Home » » Marcos do Manhoso diz que prefeitura terá que cortar cerca de cem cargos comissionados

Marcos do Manhoso diz que prefeitura terá que cortar cerca de cem cargos comissionados

NF terça-feira, 21 de agosto de 2018 | 17:57:00



O prefeito de Caicó, Marcos do Manhoso, em entrevista ao Panorama 95, da Rádio 95 FM, nesta terça-feira (21), fez uma avaliação dos primeiros dias à frente do Poder Executivo municipal. Ele deixou claro que os cortes que estão sendo feitos não têm qualquer cunho pessoal, e sim apenas para equilibrar as finanças do Município que hoje encontra-se com o limite prudencial ultrapassado, com 75% na folha dos servidores.


“Hoje nós temos pouco mais de 190 cargos e teremos que cortar 100 cargos, para economizarmos e poder honrar com os compromissos e, principalmente, com os serviços emergenciais. Estamos fazendo uma auditoria própria e não seremos omissos a qualquer tipo de irregularidade encontrada, pois a conta quem irá pagar, caso as providencias não sejam tomadas, será o povo de Caicó”, relatou.

Indagado sobre o cuidado com a destinação dos recursos economizados, Marcos relatou que em nenhum momento está preocupado com interesses próprios, mas com a população de Caicó. O que não acontece com um grupo que fazia parte da gestão que está "perseguindo" as pessoas competentes que ficaram na sua gestão. "Se esse for o pensamento para fazer Caicó crescer, então estaremos perdidos. Eu digo e repito, quem estiver exercendo o seu trabalho com capacidade irá junto contribuir com o bem de Caicó", frisou.

Sobre o perfil adotado para os novos auxiliares, o prefeito disse que capacidade e experiência pesam na hora da escolha. Contudo, não admite politicagem dentro da prefeitura, pois o foco é colocar Caicó nos trilhos. Falou ainda que esteve em Natal se inteirando do que está travando o andamento de algumas obras no município e, inclusive, aproveitou para citar que a ciclovia que foi anunciada para ser retomada, está com seis pendências a serem resolvidas.





Curta nossa Página


SHARE

About NF

0 comentários :

Postar um comentário