Home » » Ministro do STJ causa polêmica com enquete sobre intervenção militar

Ministro do STJ causa polêmica com enquete sobre intervenção militar

NF segunda-feira, 2 de outubro de 2017 | 09:48:00



Uma enquete publicada pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Og Fernandes causou polêmica nas redes sociais.


Ele perguntou aos seus mais de 6 mil seguidores no Twitter se o Brasil deveria sofrer uma intervenção militar.

Ao constatar que o caso havia sido tornado uma grande polêmica, o ministro se defendeu das críticas e disse que segue a Constituição.

Mais de 25 mil pessoas haviam participado da enquete até a manhã de sexta-feira: 53% contra e 47% a favor.

Além de votar, muitos criticaram a mensagem do ministro, afirmando que um magistrado não deveriam nem fazer tal pergunta em sua rede social. Outros, no entanto, defenderam o debate.

Após as críticas, o ministro se defendeu. Ele publicou mensagens na rede social para justificar a iniciativa:

“Caros seguidores, verifico que o país está muito polarizado e com os nervos à flor da pele. Faço enquestes em torno de temas no Twitter. Ao levantar o tema que dei RT (retuíte) antes da enquete, verifiquei uma insana busca de intenções no que era um gesto de auscultar os seguidores. Querem minha opinião? Meu dever é cumprir a lei. Sou seguidor da lei, da Constituição e da democracia no Brasil. Faço isso todo dia. Acalmem-se. De mim, não verão qualquer manifestação fora da lei. Obrigado aos (que) entenderam o intuito da enquete. Estamos numa democracia. Ouvir a opinião das pessoas é regra. Como juiz, continuarei a assegurar o direito de expressão”, escreveu Og Fernandes.





Curta nossa Página
SHARE

About NF