terça-feira, 14 de agosto de 2018

Para onde foram os presos da operação que mirou prefeito de Caicó



O prefeito de Caicó, Robson de Araújo, conhecido por Batata, está preso desde a manhã desta terça-feira, 14, no Comando Geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. Ele foi detido na Operação Tubérculo, que apura um esquema de fraude nas contratações para o serviço de iluminação pública da cidade do Seridó Potiguar.

Outro preso na operação Tubérculo foi o vereador do município Raimundo Inácio Filho, o Lobão. Ele ficará em uma sela especial que será determinada pela Coordenadoria de Administração Penitenciária, a Coape. O parlamentar e o prefeito têm o direito de ficarem separados de outros detentos por serem políticos. As prisões deles são por tempo indeterminado.

Por fim, o terceiro preso na manhã desta terça-feira, Edvaldo Pessoa de Farias foi conduzido para o Centro de Detenção Provisória de Candelária. Ele que tinha função de lobista nos negócios de Batata, conforme apurou a investigação do Ministério Público do Rio Grande do Norte, ficará em sela comum. A prisão dele é temporária. A princípio, deve durar por cinco dias.

A operação Tubérculo é desdobramento das operações Cidade Luz e Blackout. Ao todo, 12 promotores de Justiça, 22 servidores do MPRN e 28 policiais militares participaram da ação. Os gabinetes do prefeito e do vereador foram alvos dos mandados de busca e apreensão.





Curta nossa Página


Nenhum comentário:

Postar um comentário