sábado, 25 de agosto de 2018

Mãe e filha são presas em Caraúbas acusadas de ser integrantes da quadrilha que matou o PM Ildônio



Na tarde desta sexta-feira, 24, mais duas mulheres foram presas na zona rural de Caraúbas, no Oeste do Rio Grande do Norte, por mandado de prisão. De acordo com a Polícia Civil, elas foram presas acusadas de ser integrantes da quadrilha que matou o Cb. PM Ildônio.

Em mais uma ação conjunta das policias Militar e Civil de Caraúbas e GTO de Jardim de Piranhas, prenderam no Sitio Brasília, próximo a comunidade de Cachoeira, mãe e filha, identificadas como Rosilene Araújo de Oliveira, 55 anos e Aysla Melquíades Oliveira, 23 anos, ambas são acusadas de integrarem a quadrilha que vinha realizando assaltos na região Oeste e que no último dia 16, assassinou o Cabo da PM, Ildônio José da Silva, de 43 anos, na comunidade do Fogo, entre as cidades de Caraúbas e Governador Dix-Sept Rosado.

Rosilene Araújo é a mãe de Aleilson Melquiades de Oliveira, 18 anos, preso acusado de participar do assassinato do Cabo PM Ildônio e também é mãe de Acleilson Melquiades de Oliveira, conhecido como "Paulista", que foi solto a poucos dias.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, Contra as conduzidas existia mandado de prisão preventiva. As investigadas serão encaminhadas para o Sistema Prisional e ficarão à disposição da Justiça.

Presos no caso Ildônio:

1 - Aleilson Melquiades de Oliveira, 18 anos,

2 - Luiz Felipe de Lima, 18 anos,

3 - Nelson Gomes Fonseca

4 - Kleison Yuri da Silva, Kleison Yuri

5 - Antônio Moab Pimenta Medeiros, de 27 anos

6 - Grécia Teodora Gurgel de Medeiros, de 21 anos

7 - Talyson Dantas da Silva, de 22 anos

8 - Letícia Hellen Gouveia dos Santos,de 21 anos

9 - Adolescente apreendido entregue as autoridades

10 - Rosilene Araújo de Oliveira, 55 anos

11 - Aysla Melquíades Oliveira, 23 anos.


Fonte: Icem Caraubas



Curta nossa Página


Nenhum comentário:

Postar um comentário