quarta-feira, 1 de agosto de 2018

FED mantém juros e destaca forte crescimento da economia dos EUA



O Federal Reserve (FED), o banco central dos Estados Unidos, decidiu nesta quarta-feira (1°) manter as taxas de juros do país entre 1,75% e 2%, como esperava o mercado, mas ressaltou a intenção de dar sequência ao ajuste monetário, ao destacar o ritmo forte de crescimento da economia americana.

"O mercado de trabalho continuou se reforçando e a atividade econômica cresceu em uma taxa forte", ressaltou, em comunicado, o Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC) do FED após reunião.

Na nota, o banco central dos EUA, que aprovou a medida de maneira unânime, com oito votos a favor, acrescentou que a despesa das famílias e o investimento empresarial também aumentaram "com força".

Desse modo, o FED indica que, em seu próximo encontro, em 25 e 26 de setembro, realizará um novo aumento do preço do dinheiro.

O banco central americano, presidido por Jerome Powell, já elevou as taxas de juros em duas ocasiões neste ano, e antecipou duas altas adicionais antes do fim de 2018 para acompanhar o bom momento da economia dos EUA.

Esta reunião foi a primeira após as incomuns críticas do presidente americano, Donald Trump, ao ajuste monetário do FED de duas semanas atrás, nas quais disse "não estar entusiasmado" com a política monetária no país.





Curta nossa Página

Nenhum comentário:

Postar um comentário