sábado, 6 de janeiro de 2018

Mulheres são presas acusadas de sequestrar crianças em orfanato da Paraíba



Quatro mulheres foram presas em flagrante, na madrugada deste sábado (6), suspeitas de sequestrarem duas crianças de uma casa abrigo na cidade de Esperança, no Agreste paraibano. As duas meninas, de 1 ano, foram encontradas na casa de uma das suspeitas, no município de Areial, na mesma região, já com os cabelos cortados, pintados e com roupas de menino para que parecessem gêmeas.



A subcomandante do 15º Batalhão, capitã Luciana, informou que uma das suspeitas alegou que pretendia enganar o marido, que era pedreiro e estava fora do Estado há meses.

“Ela apresentou essa versão de que o marido estava fora e ela sempre informou por telefone que depois que ele foi embora teve um casal de filhos, supostamente para receber ajuda financeira do esposo durante sua ausência. Como ele ia chegar hoje, ela teria articulado esse rapto, alterou a aparência das crianças para ficarem parecidas, mas tudo isso deve ser investigado ainda pela Polícia Civil”, completou.

Segundo a Polícia Civil informou ao G1, o crime ocorreu por volta das 2h e foi registrado pelas câmeras de segurança da vizinhança, que identificou que uma das mulheres presas é uma das cuidadoras do orfanato. A mulher teria facilitado a ação, ao repassar as crianças por cima do muro, após outra delas ter desligado a energia do prédio para desativar a cerca elétrica.

Ainda segundo a polícia, outra mulher foi identificada pelas imagens como mãe de uma das crianças que está internada no abrigo. Porém, a mulher sequestrou outras duas crianças e deixou a filha dela no local. Foi através da identificação dessa mãe, nas imagens, que a Polícia Militar conseguiu encontrar as vítimas e prender as outras duas envolvidas.

As suspeitas foram levadas para a Delegacia de Polícia Civil, em Esperança. As bebês foram devolvidas ao orfanato.

Fonte: Jornal da Paraíba



Curta nossa Página