segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Morte de mulher após parto no Hospital de Currais Novos é investigada



A morte de Thaís Araújo, de 22 anos, no Hospital Regional de Currais Novos é investigada pela Polícia Civil. Ela morreu no último sábado, 20, ao dar a luz ao pequeno João Gabryel, que sobreviveu e permanecia na unidade hospitalar até o fim da tarde desta segunda-feira, 22, quando esta reportagem foi ao ar.


Thaís, que já era mãe de uma menina de quatro anos, usou as redes sociais para reclamar do atendimento recebido no hospital da cidade. Após a morte dela, a família acionou a Delegacia de Plantão de Caicó, pois a Polícia Civil em Currais Novos não atende ocorrências aos fins de semana.

“O B.O. (Boletim de Ocorrência) foi feito em Caicó. Mas nós aqui de Currais Novos já iniciamos o inquérito para apurar as suspeitas de negligência por parte do hospital, que foram relatadas pelos familiares”, informou ao Portal No Ar o delegado Paulo Ferreira.

A reportagem conversou com Alberto dos Santos, de 20 anos, que é primo de Thaís. Ele estava no velório no momento do contato e disse que o corpo da jovem chegou a ser levado ao Serviço de Verificação de óbitos, o SVO, em Natal. Entretanto, ele não soube informar o resultado da avaliação, e o contato com a Secretaria da Saúde Pública, responsável pelo órgão, não foi conseguido.

De acordo com Santos, a prima “foi várias vezes ao hospital durante a semana. Houve até um médico que a colocou na ambulância para que o parto fosse feito em Santa Cruz, perto daqui, mas outra médica desautorizou a ida e recomendou que ela comparecesse ao hospital todo dia para tomar soro”.

A informação do primo corresponde ao texto escrito por Thaís numa rede social. “Senhor, eu não entendo esses médicos que mandam fazer uma coisa e depois dizem outra. E para você ir para Santa Cruz, que você terá o bebê lá, aí chega o outro médico não autoriza. Te passam para tomar soro hoje, sábado e domingo. Não sei o que eles querem esperar mais”, escreveu um dia antes de morrer.

Além da Secretaria da Saúde Pública, o PORTAL NO AR também tentou o contato com o Hospital Regional de Currais Novos, porém as ligações não foram atendidas.

Fonte: Portal no Ar




Curta nossa Página

Nenhum comentário:

Postar um comentário