quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Lindbergh segue Gleisi e eleva tom de desafio sobre possível prisão de Lula



O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) saiu em defesa da companheira de partido e de casa legislativa, Gleisi Hoffmann (PT-PR), e elevou o tom de enfrentamento a uma eventual prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em vídeo publicado na noite desta 4ª feira (17.jan.2018), concordou com a postura da presidente nacional do PT que declarou, em entrevista ao Poder360, que essa prisão só ocorreria após “matar gente”.



Lindbergh afirmou que é necessário que a esquerda política brasileira passe por uma reconfiguração, deixando-a “mais preparada para o enfrentamento e para as lutas de rua”.

“Eu defendo que a gente tenha outra esquerda, mais preparada para o enfrentamento e para as lutas de rua. Chega! Não é hora de uma esquerda frouxa, burocratizada, acomodada. Eu falo isso que eu quero dizer que eu concordo com a posição da senadora Gleisi Hoffmann, a presidente do PT, que elevou o tom no discurso de que nós não vamos aceitar a condenação do presidente Lula num processo como esse. E sem prova alguma.”

Segundo Lindbergh, o caminho para defender Lula não é mais pela “via institucional”, já que, para ele, a Justiça “já mostrou que tem 1 lado”.

“O caminho agora é outro. Não é só pela via institucional, recorrendo a esta Justiça que já mostrou que tem lado”.

O senador pediu uma mudança de postura de apoiadores do ex-presidente Lula:

Lindbergh classificou como “desmoralizado” o processo em que o ex-presidente Lula responde sobre a propriedade de 1 apartamento tríplex localizado no Guarujá (SP). Na próxima 4ª feira (24.jan), o TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), julgará o recurso da defesa do ex-presidente contra a condenação feita pelo juiz federal Sérgio Moro.

Ao Poder360, Gleisi Hoffmann declarou que “para prender o Lula, vai ter que prender muita gente, mas, mais do que isso, vai ter que matar gente. Aí, vai ter que matar”.

Poder360




Curta nossa Página


Nenhum comentário:

Postar um comentário