sábado, 27 de janeiro de 2018

Homem é morto ao tentar roubar arma de policial civil em Natal, diz PM



Um homem foi morto a tiros dentro do banheiro de um bar em Natal após tentar roubar a arma de um policial civil, segundo o relatório da Polícia Militar. O caso aconteceu por volta das 23h30 desta sexta-feira (26), no conjunto Pirangi, na Zona Sul da cidade, próximo à sede do 5º Batalhão da PM.


Segundo o relatório policial, ao qual o G1 teve acesso, o homem foi identificado como Gabriel Italo Pereira Pinheiro.

"A vítima estava naquele local com quatro amigos, e tentou roubar o policial civil Alex, quando estavam no banheiro do referido bar, onde entraram em luta corporal, e Alex efetuou disparos de arma de fogo, que atingiram a vitima enquanto os amigos dele fugiram do estabelecimento ficando apenas um deles", informa o relatório.

Após o crime, houve correria nas imediações do bar. O policial citado é Alex Ricardo Gama da Silva.

Policial é réu
O policial civil é um dos quatro réus que respondem à Justiça pela morte de um presidiário do regime semiaberto em setembro de 2012. A investigação da Polícia Civil concluiu que Gustavo Emílio Félix de Oliveira, o “Dedinho”, foi executado sob encomenda do então vice-diretor de um presídio do Rio Grande do Norte, Rondinele dos Santos. O caso aconteceu em na Vila de Ponta Negra, na Zona Sul.

O policial civil também é testemunha no caso da morte do policial Iriano Serafim Feitoza, assassinado em 2016 por outro policial civil - o réu confesso Tibério Vinícius França. Tibério alegou que estava sob fortes emoções por ter sido ameaçado e foi inocentado pelo juri popular, mas o Ministério Público recorreu do caso.

G1




Curta nossa Página

Nenhum comentário:

Postar um comentário