quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

“Há prova de que Lula articulou esquema na Petrobras”, diz relator



A 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, julga hoje (24) recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A apelação é contra a condenação a 9 anos e 6 meses de prisão no caso do triplex do Guarujá – aplicada pelo juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal, em Curitiba (PR).


“Há prova de que Lula articulou esquema na Petrobras”, afirmou o relator Gebran Neto.

Gebran Neto afirmou ainda que Lula deu “amplo apoio” ao esquema de desvios de recursos na Petrobras, “com interferência direta na indicação de diretores da estatal” e complementa que “não passa despercebida a capacidade de influência” do ex-presidente.



Curta nossa Página

Nenhum comentário:

Postar um comentário