[Notícias Recentes][6]

Brasil
Caicó
Ciência
Curioso
Entretenimento
Esporte
Mundo
Nordeste
PB
Política
RN
Saúde
Seridó
Tecnologia

Proteste indica parar o consumo de vitamina C comprada em farmácias



A Proteste – Associação Brasileira de Defesa do Consumidor – está fazendo uma campanha para que as pessoas deixem “imediatamente” de consumir suplementos de vitamina C. Segundo o órgão, o suplemento de vitamina C comprado em farmácias não tem efeito significativo no corpo humano.


A associação, no entanto, reitera os benefícios da vitamina C ao organismo, explicando que a vitamina é importante na defesa do organismo contra infecções, com propriedades cicatrizantes, evitando anemia, e auxiliando na absorção do ferro, como já comprovado em pesquisas.

A Proteste informa, porém, que ao recorrer à suplementação diária de altas doses desse nutriente com o intuito de prevenir gripes e resfriados, não há comprovação médica da eficácia do suplemento. “Os cientistas já provaram que não tem eficácia para pessoas em condições normais de saúde”, informa a associação. Ou seja, o suplemento de vitamina C comprado em farmácias não tem efeito significativo no corpo humano.

“Ao consumir suplementos de vitamina C você acaba jogando dinheiro fora e sobrecarrega os rins com altas doses sem necessidade”, enfatiza a nota da Proteste.

Ainda de acordo com o material divulgado, ensaios com suplementação em doses maiores ou iguais a 0,2 g por dia de vitamina C apontaram redução do resfriado comum em apenas um dia (de 12 para 11 dias) em 8% dos adultos.

É preciso suplementar a vitamina C. MITO.

A suplementação não cabe a qualquer pessoa. Uma dieta balanceada é suficiente para ter a ingestão necessária de vitamina C. Em altas doses, pode causar diarreia, náusea, vômito, dor de cabeça, fadiga e perturbação do sono. O uso prolongado pode também facilitar o aparecimento de cálculos, conhecidos como pedras, no sistema urinário.

Redução na incidência de resfriados. MITO.

A ideia de que a vitamina C poderia prevenir os resfriados começou em 1970, quando o químico norte-americano Linus Pauling, ganhador de dois prêmios Nobel, lançou um livro no qual recomendava a ingestão de um grama por dia da vitamina para reduzir em 45% a incidência de resfriados. Pesquisadores europeus colocaram esse benefício à prova em um estudo de revisão e concluíram que a vitamina C é ineficaz para esse fim, exceto em atletas de alta performance.

Melhora os sintomas da gripe. VERDADE.

Para prevenir pode não servir, mas a vitamina C pode ajudar no alívio dos sintomas das gripes e resfriados, além de diminuir o mal-estar do paciente. Esse benefício foi comprovado no mesmo estudo que identificou a ineficácia da vitamina na prevenção dos resfriados.

Ajuda na produção de colágeno. VERDADE.

A vitamina C ajuda na formação dos glóbulos vermelhos, ou hemácias, células que transportam oxigênio do pulmão aos tecidos e do gás carbônico dos tecidos ao pulmão, e que também ajudam na reparação. Por isso, agem como fator de produção do colágeno, tecido conectivo importante no nosso organismo.

Vitamina C ajuda a absorver outros nutrientes. VERDADE.

Sabe por que sempre tem uma laranja cortada quando vamos comer uma feijoada? A vitamina C ajuda o organismo a absorver o ferro que comemos, como nas folhas verdes da couve e no feijão. A vitamina também é um antioxidante importante, pois protege as células e tecidos dos danos causados pelos radicais livres.

Alguns alimentos ricos em Vitamina C:

– laranja

– melão

– kiwi

– brócolis

– folhas verdes escuras

Fonte: Gazeta do Povo





Curta nossa Página

Start typing and press Enter to search