sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Cursos e seminários feitos por vereadores caicoenses já renderam investigações em outros Estados



Segundo informa o Blog de Marcos Dantas, algumas das instituições responsáveis por cursos, congressos e seminários autorizados à vereadores caicoenses já renderam investigações contra câmaras e vereadores de outros Estados.

Foi o caso da Câmara Municipal de Paulista (PE), que teve a prestação de contas relativa ao exercício financeiro de 2013 rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado, justamente com base em uma auditoria que apontou irregularidades na concessão de diárias pagas aos vereadores da Casa.

A Câmara Municipal de Paulista gastou em 2013 o total de R$ 556.912,88 com pagamento de diárias e inscrições de parlamentares em congressos, seminários e eventos voltados para capacitação de agentes públicos municipais.

O que chamou a atenção dos auditores é que os eventos, apesar de realizados fora do estado de Pernambuco, eram organizados por empresas, sempre as mesmas, sediadas no Recife (CENTRALBRAC, IBRACAP, CETRAM, ABRASCAM, UVP e Instituto Capacitar).

Apesar de se estender por uma semana, a programação dos congressos se resumia a uma palestra diária com duração de quatro horas. Os outros dias eram dedicados à credenciamento, entrega de material e de certificados.




Curta nossa Página