[Notícias Recentes][6]

Brasil
Caicó
Ciência
Curioso
Entretenimento
Esporte
Mundo
Nordeste
PB
Política
RN
Saúde
Seridó
Tecnologia

Autoridades se unem em São José do Seridó para proteger o emprego no setor têxtil do RN, ameaçado por ação do MPT



Todas as atenções deste sábado se voltaram para São José do Seridó, onde uma audiência pública da Câmara Municipal, no ginásio de esportes da cidade, debateu a ação do Ministério Público do Trabalho que multou a Guararapes em 38 milhões, justificando que a empresa utiliza a produção de facções do setor têxtil, sem garantir aos contratados das facções, os mesmos direitos dos funcionários da fábrica.


A pena imposta à Guararapes obriga a fábrica a deixar de comprar a produção das facções, o que terá como consequência, o fechamento de facções e o aumento do desemprego.

O governador Robinson Faria foi a São José levar apoio às facções e aos empregados das facções, maiores vítimas da ação.

O ginásio ficou lotado para a audiência que foi chamada de ‘Grito das Facções’.

Presentes o governador, o deputado federal Rogério Marinho, os deputados estaduais Nelter Queiroz, Vivaldo Costa e Hermano Morais, o presidente da Fiern, Amaro Sales, o secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Flávio Azevedo e o desembargador Cláudio Santos.

Também participaram prefeitos, vices e vereadores de vários municípios, e donos de facções e contratados.




Relator da reforma trabalhista, o deputado Rogério Marinho, disse que a ação do Ministério Público do Trabalho é um crime contra o emprego no Rio Grande do Norte.


O deputado Nelter Queiroz criticou a ação do MPT, argumentando que colabora com o desemprego e com a violência.






Curta nossa Página


Start typing and press Enter to search