domingo, 13 de agosto de 2017

Procon estadual emite nota sobre fato ocorrido com oito consumidores vítimas de anúncio errado de produto



Nesse sábado 12/08, fiscais do procon Estadual receberam denúncias de consumidores que estavam no SAMS CLUB em Natal, vítimas de uma situação em que a televisão constava preço anunciado no valor de R$ 279,00 em prateleira, valor este bem abaixo do valor de mercado real do produto. 08 (Oito) consumidores se dirigiram ao caixa e foram informados que o valor anunciado estava impresso errado e que o produto custava em verdade R$ 2.790,00 .
O órgão de proteção ao consumidor esteve imediatamente no local e os fiscais lavraram um auto de constatação, atestando o ocorrido e identificando os 08 consumidores que se dirigiram ao caixa e seguindo o procedimento administrativo, foi dado prazo de 10 dias para que a empresa apresente defesa e posterior análise do setor técnico do PROCON RN, será aplicada ou não a penalidade de multa .

” Não é interesse do órgão estimular enriquecimento ilícito ou possível má-fé do consumidor. No entanto, fizemos nosso papel de proteção ao consumidor e prontamente chegamos ao local para fazermos o auto de constatação, o que somente após o devido processo legal pode gerar multa ou não ”, afirmou o Coordenador Geral do Procon Estadual Cyrus Benavides.

Várias notícias inverídicas estão sendo noticiadas de que vários consumidores levaram televisões por preços ínfimos, quando na verdade, nenhum consumidor levou a televisão pelos valores expostos de R$ 279,00 . No entanto, os 8 consumidores que foram vítimas dessa situação e que foram ao caixa, estão amparados pelo auto de infração do procon para que levem ao judiciário a análise do caso e em aproximadamente 60 dias haverá decisão do PROCON sobre a aplicação ou não da penalidade de multa em desfavor do estabelecimento.

A recomendação do Procon foi que o estabelecimento efetuasse a venda do produto, conforme anunciado, em relação tão somente aos 8 consumidores que de boa-fé se dirigiram ao caixa com os televisores, antes da placa de preço ser retirada


Do Blog do BG




Curta nossa Página