[Notícias Recentes][6]

Brasil
Caicó
Ciência
Curioso
Entretenimento
Esporte
Mundo
Nordeste
PB
Política
RN
Saúde
Seridó
Tecnologia

Sem receber desde abril, médicos plantonistas do Hospital Regional podem suspender atendimentos

anigif-fgcell

Segundo informa o Blog de Marcos Dantas, Médicos e enfermeiros que trabalham no Hospital Regional do Seridó, na condição de contratados estão sem receber os salários de abril e maio, e prestes a entrar para o terceiro mês. O pagamento é feito, graças a uma parceria antiga entre o Governo do Estado e o Município de Caicó.


A folha mensal gira em torno de 500 mil reais, e destes, 300 mil é garantido pelo Governo Estadual, o Hospital consegue produzir algo em torno de 150 mil com procedimentos ambulatoriais e AIHs, e ao Município cabe a menor parcela para completar a folha. Porém, todos os repasses são feitos para o Município, que é quem tem a competência de pagar a folha completa.

Em contato com o Blog do Marcos Dantas, profissionais confirmaram que muitos estão desestimulados em manter os seus plantões. “O transtorno não é nem pelos dois meses de atraso, porque quem trabalha no SUS já está acostumado a conviver com esse atraso.
Desde a época quando Bibi era prefeito que a gente recebe assim. O que deixou a turma chateada foi o Município ter dito simplesmente que não tem dinheiro para fechar a folha, e não deu qualquer previsão de quando receberemos, pelo menos o mês de abril”, disse um interlocutor ouvido pelo Blog.

A direção do Hospital Regional, pelo que o Blog conseguiu apurar se reuniu com a secretária de Saúde, Sandra Brilhante, que se comprometeu em agilizar o repasse, porém a informação vinda da secretaria de Finanças, que tem como titular o auditor-fiscal Marcos Airton, era de que o município não dispõe de recursos e que o pagamento não seria feito.

É muito difícil convencer o pessoal a trabalhar sem receber.  Algumas cirurgias não conseguiram ser feitas hoje, e não sei quem vai querer trabalhar amanha, mesmo sabendo que não tem previsão para receber. Quem está no vinculo do Estado continuará trabalhando, mas como a grande maioria dos demais profissionais é por esta parceria, não sabemos como ficará a situação, enquanto o pagamento não for feito”, disse a fonte ao Blog.





Curta nossa Página



Start typing and press Enter to search