[Notícias Recentes][6]

Brasil
Caicó
Ciência
Curioso
Esporte
Mundo
Nordeste
PB
Política
RN
Saúde
Seridó
Tecnologia

Sejuc nega “salve” de facção criminosa para atacar policiais no RN

anigif-fgcell

A Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (Sejuc) negou na manhã desta segunda-feira (19) ter conhecimento sobre suposto "salve geral" para atacar policiais militares no Rio Grande do Norte. Segundo a Sejuc, há o "conhecimento que criminosos tentariam atacar as forças de segurança, mas quanto as ocorrências só as investigações poderão concluir quais as motivações".


A motivação para a suposta onda de ataques contra PMs seria uma retaliação à operação deflagrada pelo Ministério Público do RN, na última sexta-feira. Batizada de "Juízo Final" a ação contou com apoio da Polícia Militar e buscou desbaratar ações de criminosos vinculados à facção paulista de dentro dos presídios potiguares.

A Operação Juízo Final buscou o cumprimento de 129 mandados de busca e apreensão, 21 mandados de prisão e 24 conduções coercitiva. As medidas foram cumpridas em 18 cidades do estado, 13 estabelecimentos prisionais estaduais e um presídio federal.

Neste domingo, dois policiais militares foram baleados em locais diferentes da capital: um na Zona Norte e outro na Zona Leste. As ocorrências são tratadas como tentativas de assaltos, mas o alerta permanece.

Com relação a rebeliões, a Sejuc informa que esse risco sempre existe, mas que os presídios potiguares estão sob controle do Estado. "Riscos de rebeliões sempre existem mas a SEJUC está preparada para conter qualquer tipo de desordem. Nas unidades prisionais do RN o comando é do estado." Fonte: Novo Jornal




Curta nossa Página

Start typing and press Enter to search