[Notícias Recentes][6]

Brasil
Caicó
Ciência
Curioso
Esporte
Mundo
Nordeste
PB
Política
RN
Saúde
Seridó
Tecnologia

Henrique Alves recebeu R$ 2 milhões da Odebrecht por promessa de privatizar a Caern

anigif-fgcell

André Coelho | Agência O Globo - O ex-deputado federal e ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves (PMDB) é acusado de ter recebido R$ 2 milhões da Odebrecht durante o período em que esteve em campanha eleitoral para o cargo de governador do Rio Grande do Norte, em 2014, como promessa de privatizar a Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern).


Os valores foram pagos ao ex-ministro, preso desde o último dia 6 de junho em decorrência da Operação Manus, entre os meses de agosto a outubro de 2014 em forma de ‘caixa dois’, e foram acertados diretamente com o executivo da Odebrecht Fernando Luiz Ayres da Cunha. O ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) também participou do acordo e foi um dos beneficiários.

A informação foi revelada na manhã desta quarta-feira 21 após o Ministério Público Federal do RN (MPF-RN) ter oferecido denúncia contra ele e outras cinco pessoas pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa, todos investigados no âmbito da Operação Manus. A defesa de Henrique disse que não vai se pronunciar até ter conhecimento do material.




Curta nossa Página

Start typing and press Enter to search