Ultimas
Aguarde..

Filho de Shaolin, vence Rodrigo Sant’Anna e será o novo Didi em releitura dos Trapalhões

anigif-fgcell


Intérprete do bom-moço Lucas de Velho Chico, o ator Lucas Veloso foi escolhido pela Globo para interpretar Didi na nova versão de Os Trapalhões, a ser produzida no início do ano que vem. Veloso, que trabalhou na novela das nove em regime de obra certa, assinou contrato de três anos. Com apenas 19 anos, venceu uma disputa interna com Rodrigo Sant’Anna e terá agora a responsabilidade de reviver o personagem criado por Renato Aragão, 81, um ícone de humor brasileiro.

Lucas Veloso é filho do humorista Francisco Jozenilton Veloso, o Shaolin, morto em janeiro último, após cinco anos sofrendo as consequências de um grave acidente de automóvel em Campina Grande, na Paraíba.

Veloso foi eleito pela Globo porque, além de nordestino como Renato Aragão, é um excelente imitador. Ele chamou a atenção ao arremedar Silvio Santos em uma cena de Velho Chico, exibida em maio. Dias depois, no Encontro com Fátima Bernardes, cantou como Luiz Gonzaga (1912-1989). Atualmente, está em turnê no Nordeste com um show de humor em que canta, faz piadas e imita famosos.

Veloso foi orientado pela Globo a não falar sobre seu trabalho em Os Trapalhões por enquanto.

As informações sobre o remake do humorístico, exibido pela Globo entre 1977 e 1995, ainda são escassas _e algumas, contraditórias. Há uma versão correndo na emissora de que Renato Aragão e Dedé Santana participarão do programa como eles mesmos. Outra diz que eles farão seus personagens, Didi e Dedé, e que serão tios dos novos Didi e Dedé.

Por enquanto, só Lucas Veloso está certo na nova trupe. Os intérpretes de Mussum, Zacarias e Dedé ainda não foram escolhidos. O ex-CQC Rafael Cortez chegou a ser cotado para reviver Zacarias, mas já foi descartado. Mussunzinho foi sondado para fazer o personagem do pai.

O plano da Globo é ter uma faixa de programação aos domingos dedicada a releituras de programas que fizeram sucesso em suas cinco décadas de existência. Além da Escolinha do Professor Raimundo e de Os Trapalhões, a emissora irá produzir novos episódios de Cassino do Chacrinha e do Sítio do Picapau Amarelo.

Os Trapalhões foram um dos principais humorísticos da TV brasileira. A atração nasceu em 1966, na Excelsior, com o nome de Adoráveis Trapalhões. Os integrantes eram o cantor Wanderley Cardoso, o lutador de telecatch Ted Boy Marino, o cantor e ator Ivon Cury e o quase desconhecido cearense Renato Aragão.

A formação clássica ocorreu nos anos 1970. Na Record, sob o nome de Os Insociáveis, entraram Dedé Santana e Antônio Carlos Gomes, o Mussum. Zacarias, ou Mauro Faccio Gonçalves, chegou depois, quando o grupo já estava na Tupi, finalmente com o nome de Os Trapalhões.

Em 1977, os humoristas se mudaram para a Globo. Exibida antes do Fantástico, a sequência de esquetes e sátiras musicais fez enorme sucesso nas décadas de 1970 e 1980. Nos 18 anos de Globo, passou por várias reformulações, superou uma separação de seis meses, em 1983, e as mortes de Zacarias (em 1990) e Mussum (em 1994).

Do Notícias da TV



online-kaneiro