Ultimas
Aguarde..

Notas de real carimbadas com "Fora Temer" circulam no mercado e viralizam nas redes sociais

anigif-fgcell


Notas de real carimbadas com um “Fora Temer”, começam a circular em algumas capitais brasileiras. A imagem do dinheiro, usado como forma de protesto, viralizou nas redes sociais.

Algumas postagens ainda alertam sobre a perda da validade das notas: “Verifique suas notas, se tentarem lhe passar uma dessas, recuse imediatamente. Em breve, perderão seu valor de mercado assim como perdeu a Petrobrás!! Compartilhem, avisem seus amigos!!! A quadrilha da esquerda faz qualquer coisa para se manter no poder”, diz um dos posts.

Outras postagens exibem vídeos das chamadas “carimbadas” que teriam sido gravadas em Brasília e São Paulo.

Na ditadura
A estratégia já foi usada ditadura militar, quando o artista Cildo Meirelles espalhou a mensagem “Quem matou Wladimir Herzog?” carimbada em notas de um cruzeiro, em protesto contra o assassinato do jornalista da TV Cultura nas dependências do DOI-CODI, em São Paulo.

Estragar dinheiro é crime
Rasgar, riscar ou carimbar dinheiro é crime contra o patrimonio (art 163 Código Penal) e torna a cédula sem valor. A pena para o delito é de detenção de seis meses a três anos, além de multa. Quem aceitar dinheiro carimbado pode não conseguir “passá-lo para frente”, já que a nota pode vir a ser rejeitada por instituições financeiras.

Paranaportal|Uol



anigif-fta-popular