Ultimas
Aguarde..

Madre Teresa de Calcutá é declarada santa no Vaticano diante de multidão

anigif-fgcell


Madre Teresa, freira celebrada por sua obra de caridade com órfãos e leprosos em favelas da Índia, foi canonizada durante a manhã deste domingo (4) no Vaticano e se tornou a mais nova santa da Igreja Católica. A cerimônia, celebrada pelo papa Francisco, foi acompanhada por uma multidão de 120 mil pessoas diante da Basílica de São Pedro, segundo estimativas do Vaticano.

A igreja define como santo aquele que foi sagrado o suficiente durante a vida para que possa viver no céu após a morte e consiga concretizar milagres – à madre foram atribuídos dois: a cura de uma mulher indiana com tumor estomacal, em 2003, e de um brasileiro em estado terminal e em coma devido a um câncer no cérebro, no ano passado.

O brasileiro participou da cerimônia ao lado da mulher e recebeu bênção do papa. Debaixo de um enorme retrato da freira em sua típica vestimenta branca e azul, Francisco afirmou que ela era um símbolo da misericórdia divina e responsabilizou as potências mundiais pelos “crimes de pobreza que criaram”.

“Para a Madre Teresa, misericórdia era o sal que dava sabor ao seu trabalho, era a luz que iluminava a escuridão de muitos que não mais tinham lágrimas para derramar diante de sua pobreza e sofrimento”, disse o pontífice. “Tudo que ela fez deu um exemplo ao mundo todo”, disse o estudante italiano Massimiliano D’Aniello, 17, em meio ao público que acompanhou a cerimônia. “Ela mostrou que não podemos fazer tudo, mas os pequenos gestos feitos com muito amor são o que importa.”


Folha


artesenovidades