Ultimas
Aguarde..

Globo exibe a partir de hoje as últimas cenas gravadas por Domingos Montagner

anigif-fgcell


Uma semana depois da morte de Domingos Montagner, a Globo passa a exibir as últimas cenas gravadas pelo ator no Nordeste. O capítulo de Velho Chico desta quinta-feira (22) trará sequências em que seu personagem, Santo, acerta as contas com Afrânio (Antonio Fagundes). As imagens foram rodadas na Bahia dois dias antes de Montagner se afogar durante um mergulho no rio São Francisco.

Nelas, Santo será ameaçado com um revólver, sofrerá uma agressão e terminará descobrindo que o rival de sua família não matou seu pai, Belmiro dos Anjos (Chico Dias), como ele sempre pensou. Além dessa revelação, o coronel afirmará que admira o agricultor, e eles selarão a paz após uma vida inteira de conflitos.

"Essa guerra fez duas vítimas: uma fui eu, ôtra o senhor. Gastâmo nossas vidas nessa disputa, a nossa e a de toda nossa família", dirá Santo ao abordar o coronel. Afrânio sacará uma arma e a encostará no peito do rival. "Se você não quisé vê seu sangue banhá essa terra, ponha-se daqui pra fora, agora! Que puxá esse gatilho é coisa tô me devendo e não é de hoje", ameaçará.


Domingos Montagner gravou essa cena no dia 16, dois dias antes de morrer afogado

"Se for essa sua vontade, Saruê, botá fim no que começô: atire aqui, que foi onde atiraram em painho! Se fô pra morre das tuas mãos, como ele, quero que seja do mesmo jeito", provocará o presidente da cooperativa dos agricultores. Afrânio vai querer saber do paradeiro de Martim (Lee Taylor), pois Santo já terá dito que foi à fazenda Nossa Senhora das Grotas falar sobre o fotógrafo.

"O que você sabe? Me fala, seu retirante, maldito! O que você fez com meu filho?", perguntará o personagem de Fagundes. Afrânio jogará a arma longe e pegará Santo pelo colarinho, suspendendo-o do chão, indica o roteiro. "Você tomou meu neto e minha filha, mas meu filho você não vai tomá", bradará o coronel.

Pistas de Martim

Santo mostrará fotos feitas por Martim antes dele morrer, nas quais Carlos Eduardo (Marcelo Serrado) recebe uma mala de dinheiro. "Pra nós essas fotos não fazem sentido. Eu vim na esperança que o senhor soubesse algo", dirá o agricultor.

Afrânio prometerá descobrir o que elas representam e matar quem estiver por trás do sumiço do filho. Santo retrucará afirmando que derramar mais sangue não trará Martim de volta.

"Eu cometi muitos erros nessa vida, num sabe? Mas de todos, só de dois que me arrependo! Primeiro por não ter sido o pai que meu filho merecia. Depois por não aceitar você amar minha filha mais do que eu! Fiz de tudo para separar vocês, sem ver o mal que fazia à ela. Pelo menos isso a vida deu jeito de consertar. Minha filha vai ser amada por um grande homem. Como ela mesmo me disse: um homem que eu devia ter tido a grandeza de admirar", falará Afrânio, deixando Santo espantado.

Com a voz embargada, o coronel falará que admira Santo tanto quanto o capitão Ernesto Rosa (Rodrigo Lombardi) e Belmiro. "Vou viver para me arrepender de cada erro, mas levo comigo o orgulho de sair dessa vida com as mãos limpas de sangue! Acreditar ou não acreditar é uma escolha sua, Santo. Se puder, se você for bom como dizem que é, enterre esse ódio que é do destino, nunca foi nosso", pedirá Afrânio, encerrando a conversa.

Uol


anigif-pizzaria