Ultimas
Aguarde..

Família é barrada ao tentar entregar corpo para a pedra do H.R.S em Caicó; polícia é acionada

anigif-fgcell


Um homem de 58 anos encontrado morto na manhã desse domingo, 11 de setembro, no sítio Riacho Verde, zona rural de Caicó, teve o corpo trazido para a cidade pelos próprios familiares, que pretendiam entregá-lo para necrópsia, mas o ITEP e o Hospital Regional do Seridó se negaram a recebê-lo.

Rivaldo Cicinato de Araújo, 58 anos, agricultor, foi encontrado sem vida por volta das 9 horas da manhã de hoje, e a família acredita ter sido morte natural, sem conhecimento de causa ou lei, os próprios familiares violaram o local e colocaram o corpo do homem no carro e o trouxeram para a cidade de Caicó.

O médico plantonista do H.R.S se recusou a receber o corpo, que ficou durante horas no banco traseiro do carro, ao ar livre, na frente da unidade de saúde. Já por volta das 16 horas, após tumultos, discussões e a chegada da imprensa, sobre ameaças de que ia dar parte, o médico aceitou transportar o corpo para a pedra do hospital.

"Não tem viatura no ITEP (só chegava em Caicó às 15 hs), a PM disse também que não podia deslocar viaturas para o local e nós tomamos a atitude de trazer o corpo para Caicó para não vê-lo jogado ao chão, no meio do mato,mas quando chegamos aqui ninguém sabia o que fazer", disse um amigo da família ao Blog Jair Sampaio.

Apesar de a família acreditar que a morte foi natural, o ITEP precisa fundamentar, por meio de médico legista, a causa morte, portanto, local de crime é de responsabilidade do ITEP e Polícia Judiciária. Com o tumulto a polícia militar foi acionada e mais um PM reforça o plantão neste domingo, 11 de setembro, no H.R.S.

Informações Jair Sampaio


anigif-BANNER