Ultimas
Aguarde..

Divulgado o mapa mais detalhado da Via Láctea com 1 bilhão de estrelas

anigif-fgcell


Mil dias após seu lançamento, em 19 de dezembro de 2013, o telescópio espacial europeu Gaia revelou nesta quarta-feira (14) o resultado de suas buscas no espaço, observando a passagem de 60 milhões de estrelas por dia em nossa galáxia, que tem 100 mil anos-luz de diâmetro.

Com os novos dados, divulgados pela ESA (Agência Espacial Europeia) e o Consórcio Europeu (DPAC - Data Processing and Analysis Consortium), é possível medir as distâncias e movimentos de estrelas em cerca de 400 conjuntos de até 4.800 anos-luz de distância --a medição de distâncias entre estrelas, tanto em nossa galáxia quanto além, tem papel fundamental na astronomia, que agora entra em uma nova fase.

"Este bonito mapa que estamos publicando hoje mostra a densidade de estrelas medidas por Gaia em todo o céu, e confirma que foram coletados dados excelentes durante os primeiros anos de operações", disse Timo Prusti, cientista do projeto Gaia na ESA.

No futuro, os cientistas serão capazes de determinar distâncias muito precisas para uma grande amostra de estrelas através do método de medição usado pelo Gaia.

Com isso, eles conseguirão entender melhor a relação entre o período e o brilho dessas estrelas, e aplicá-lo para medir distâncias além da nossa galáxia.

"Este é apenas o começo [...] para testar a qualidade dos dados, e temos uma prévia das enormes melhorias que Gaia trará em breve para a nossa compreensão das distâncias cósmicas", disse Gisella Clementini, do Observatório Astronômico de Bolonha.

Uol


artesenovidades