Ultimas
Aguarde..

Preso é morto a tiros dentro de penitenciária em Mossoró

anigif-fgcell

Um preso do regime semiaberto foi morto a tiros na tarde desta sexta-feira (26) dentro da Penitenciária Agrícola Doutor Mário Negócio, em Mossoró, no Oeste potiguar. De acordo com a direção da unidade, o detento foi assassinado após ameaçar de morte outro preso, de uma facção rival.

A vítima foi identificada como Júlio César Meira, de 19 anos. Ele cumpria pena no regime semiaberto da penitenciária por tráfico de drogas. O preso também tinha passagens na polícia por porte ilegal de arma e roubo.

De acordo com a diretora do presídio, Aurivaneide Lourenço, Júlio César saiu da cela após o repouso da tarde em direção ao dormitório, ocupado por presos de outra facção, para ameaçar outro preso, identificado como Tiago Roberto Alves Maia, de 32 anos.

"Júlio César saiu do dormitório dele e foi até o dormitório de Tiago para ameaçá-lo. Pelo que apuramos, ele disse que Tiago tinha que fugir da unidade, senão ia matá-lo. Quando ele chegou na porta do dormitório, o rival fez os disparos", explicou a diretora.

Ainda de acordo com Lourenço, Tiago Roberto teria progredido de regime recentemente e vinha sendo ameaçado por presos da unidade por pertencer a uma facção rival. A suspeita, segundo a diretora, é que o preso tenha conseguido a arma com alguém de fora, após as ameaças.

"O que separa os presos do semiaberto da liberdade na Mário Negócio é uma cerca. Em volta, muito perto, passa uma estrada e existem assentamentos próximos. A gente supõe que alguém tenha vindo e passado essa arma para ele no limite da cerca", detalhou.

Uma equipe do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) e da Delegacia de Homicídios da Polícia Civil foram até a unidade para periciar o local.

A Penitenciária Agrícola Mário Negócio conta atualmente com uma média diária de sete agentes penitenciários para custodiar aproximadamente 590 presos entre regimes fechado e semiaberto.

G1

online-kaneiro