Ultimas
Aguarde..

Imprensa internacional coloca abertura como vitória brasileira sobre crise

anigif-fgcell

A imprensa internacional ficou satisfeita com a Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro realizada na noite da última sexta-feira (5), no estádio do Maracanã. De acordo com alguns dos principais jornais do mundo, o evento conseguiu desfocar um pouco de todos os problemas sofridos pelo Brasil para protagonizar uma festa grandiosa.

O jornal norte-americano New York Times destacou a abertura como uma superação de todos os problemas enfrentados pelo Brasil neste momento.

“O primeiro país sul-americano a sediar os Jogos Olímpicos está se recuperando de uma combinação surpreendente de agitação política e crise econômica. Os seus esforços para sediar o maior evento esportivo do mundo, encontrou problemas em cada turno, a partir do vírus Zika às águas poluídas aos cortes no orçamento tão profundas que as operações básicas tornaram-se tensas”, escreveu a publicação.

Enquanto isso, o jornal britânico The Guardian sinalizou o evento como “um pouco confuso”. Mas, assim como o NY Times, destacou a vitória, mesmo que por alguns instantes, sobre a crise.

“Oito anos, dois presidentes desacreditados e um esfregaço interminável de publicidade negativa, Rio-2016, finalmente um respiro com uma cerimônia de abertura que era às vezes agradáveis, outras um pouco raquítico e caseira”, escreveram os britânicos.

“Em uma noite fria e úmida no Estádio do Maracanã, Rio-2016 fez o que podia. Uma coisa que foi melhor de que todos os cerimoniais foi a duração agradavelmente curta”, destacou o The Guardian.

O francês Le Figaro concordou o The Guardian ao falar de uma cerimônia diferente das outras.

“Simbólico e muitas vezes sem fim, figura obrigatória tedioso, mas Rio-2016 mostrou luz, ritmo e muita inspiração. Vai deixar uma memória doce”, escreveu a publicação francesa.

A BBC também repercutiu positivamente e foi na mesma linha das outras publicações ao falar sobre “tirar o foco dos problemas para colocar nos atletas e nos Jogos”.

“Tiramos o chapéu para você, Rio. Foi uma cerimônia para não nos esquecermos jamais”, escreveu a BBC.

Para o canadense National Post, a abertura não teve defeitos: “Rio-2016 passa em seu primeiro teste com uma animada e mágica cerimônia”.


anigif-fta-popular