Ultimas
Aguarde..

Governo do RN tinha conhecimento da situação precária do Pereirão e poderia ter evitado fugas, diz Associação de Policiais

anigif-fgcell

A Associação dos Praças da Polícia e Bombeiros Militares do Seridó não gostou das declarações do secretário de Justiça, Valber Virgulino, quando quis, de forma indireta responsabilizar os agentes penitenciários, guariteiros e policiais pela última fuga no Pereirão, quando fugiram 32 presos. Virgulino chegou a chamar de desleixados os profissionais aqui do Presídio. Segundo ele, é inadmissível que 32 detentos tenham conseguido fugir, sem chamar a atenção dos qe deviam garantir a ordem da unidade.

Em nota, a Associação pontuou que é o sistema prisional do Estado vive um caos, com total falta de estrutura no Presídio de Caicó, onde faltam materiais básicos, como refletores, celas quebradas, onde os 200 detentos transitam livremente há meses nos pavilhões, agente tendo que fazer cotinha para comprar material para tapar túneis, e baixo efetivo para preencher todas as guaritas. A associação garante que o Governo do Estado foi informado, por várias vezes da situação, e não tomou as medidas necessárias.

Ressalte-se que, por nada menos que 18 anos, a penitenciária ora comentada não registrou nenhum registro de fuga, justamente porque eram oferecidas condições mínimas aos policiais militares e agentes penitenciários. Estes servidores, inclusive, realizam um belíssimo trabalho na manutenção da ordem regional. Eles continuam a empreenderem um esforço sobre-humano na tentativa de manter a qualidade do serviço, mas, agora, a gestão permitiu que se chegasse a uma desorganização generalizada. E esse tipo de fuga ocorre em conseqüência principalmente disso, diga-se”, diz um dos trechos da nota.

Via Marcos Dantas

erica