Ultimas
Aguarde..

Criança especial de 9 anos morre de “fome” em cidade da Paraíba

anigif-fgcell

Uma criança especial de 9 anos e iniciais J.G.R.O faleceu neste sábado (27) na cidade de Sumé, no bairro do Alto Alegre. O caso pode se tornar escandaloso, pois segundo laudo do IML realizado logo após a morte do menino ficou constatado que a causa foi “asfixia por aspiração de conteúdo gástrico e desnutrição proteica calórica”, em outras palavras: “FOME”.

A mãe da criança ligou para o Hospital Alice de Almeida por volta das 7h20 da manhã informando da morte e solicitando o laudo médico. A “genitora” foi informada que era preciso que ela procurasse a Polícia Militar ou Civil para que fosse feito os procedimentos para o corpo ir para o IML.

Antes mesmo de a Polícia chegar ao local, o Conselho Tutelar através dos conselheiros Josimar (Potó) e Dery chegaram à residência e constataram que a criança tinha falecido e prontamente acionaram a Polícia Civil para que todos os encaminhamentos fosse feitos para o corpo ir para o IML.

O Conselho Tutelar entregou a Polícia Civil uma advertência que teria sido feita a mãe da criança no mês de julho depois de uma denúncia anônima que a criança vinha sofrendo maus tratos. O Conselho foi até a casa e constatou a situação e advertiu a mãe para que se tal fato continuasse o caso não só seria levado à Polícia como também a Promotoria de Justiça.

Um dos conselheiros ouviu vários vizinhos da criança que foram unânimes em afirmar que a criança não era tratada como devia, já que os cuidados deveriam ser redobrados por ser uma criança especial.

O corpo foi encaminhado para o IML onde o laudo constatou “asfixia por aspiração de conteúdo gástrico e desnutrição proteica calórica”. Desnutrição proteico-calórica é uma forma de desnutrição na qual se verifica o consumo insuficiente de calorias ou proteínas, literalmente traduzindo “fome”.

O delegado que está de plantão Dr. Gerônimo vai iniciar o procedimento ouvindo a mãe, o Conselho Tutelar e testemunhas e depois o inquérito ficará a cargo do Delegado Dr. Yure Givago.

O corpo da criança foi sepultado nas primeiras horas deste domingo (28). Estranhamente, a mãe do garoto há cerca de uma hora depois do sepultamento da criança atualizou sua rede social facebook com uma foto aparentemente alegre, sem demonstrar qualquer reação de “luto” pela morte de seu próprio filho.

Informações do blog Agora Cariri