Ultimas
Aguarde..

Com vaias e choro de francês, Thiago Braz recebeu nesta noite de terça a medalha do salto com vara

anigif-fgcell

O brasileiro Thiago Braz recebeu nesta terça-feira (16) sua medalha de ouro pela conquista no salto com vara, um dia depois de bater o recorde olímpico e superar o recordista mundial Renaud Lavillenie na final. O francês, inclusive, foi vaiado pela maior parte do público no Engenhão e aplaudido por outra menor ao subir no pódio.

Quando o nome de Lavillenie foi anunciado, uma grande parcela dos torcedores brasileiros começou a vaiá-lo. O próprio Thiago Braz aparentou ficar desconcertado com a situação e pediu aplausos para o vice-campeão. Depois, durante a execução do Hino Nacional do Brasil, o francês chegou a chorar.

Na foto oficial dos medalhistas, Lavillenie foi o único a não sorrir, ao contrário de Thiago e do medalhista de bronze, o americano Sam Kendricks, que é amigo do brasileiro. Já o francês não mantém relacionamento amistoso com Braz.

Lavillenie, que defendia seu título olímpico de Londres-2012, reclamou muito do público no Engenhão durante a final da última segunda-feira (15). Ele chegou a comparar a hostilidade dos brasileiros às vaias que o americano Jesse Owens sofreu nos Jogos de Berlim-1936, quando a Alemanha era governada pelo partido nazista. Depois, pediu desculpas pela declaração.